Reflexão bem actual

 O País dos Pequeninos!
 

Estamos com 868 anos de vida e continuamos pequeninos, como se o tempo não passasse e nada tenhamos aprendido!
Estamos gravemente doentes e continuamos sem sequer querer saber de tomar os remédios. Chegámos ao ponto da indigência, mercê da triste actuação duns tantos «iluminados», que, de incompetência em incompetência, nos tornaram na galhofa da Europa, senão, do Mundo. Assim, chegámos ao grupo dos vergonhosamente apelidados PIGS.
Aproximam-se as eleições e cada dia que se ouvem os debates, mais denso se torna o caminho do voto. Tudo se discute na base dos interesses partidários e não do País; é triste e lamentável que tenhamos no futuro gente assim ao leme deste pobre País.
Lamentável também, é o facto de ninguém assumir a sua culpa pela situação criada de há 37 anos a esta parte.
Com uma história tão rica em actos patrióticos e de sacrifício pelo bem comum, não ficou nada?
Urge encontrar soluções e não agir por interesses duvidosos e de cariz individualista,
com vista a continuarmos na senda dos «lobbies», tão famosos quanto nefastos.
Passámos da má memória da colonização, a escandalosamente colonizados!
Que futuro? Que rumo?
De humilhação em humilhação, lá vamos cantando e rindo, com vontade de chorar.

João Alberto Bentes (20 de Maio de 2011)

Quem Somos | Projectos | Agenda | Forum | Contactos