A TODOS OS PAIS... 

 

 

Emoção calada mas sentida

Amor silencioso, incondicional

Sofrimento escondido, sem igual 

É o amor de Pai.

Viver feliz, chorando por amor

Sentir prazer, sentir a dor pelo filho que vai partir

É ser Pai

Amar e sentir sozinho

É ser Pai é dar carinho

Ás vezes disfarçado, às vezes mudo

É chorar rindo, é rir contente

É fingir às vezes o que sente.

Ser Pai é ser amigo, ser irmão

É às vezes ser mãe sem opção

Ser Pai é viver cada dia com o  coração

Á espera da alegria

De ver o filho crescer noite e dia

É amar amando.

Ser Pai é missão suprema

De ver o filho ser Pai

Ser Pai é viver amando, rindo, sofrendo

Ser Pai é tarefa sublime

Ser Pai é sentimento sem igual

 

(Com uma vénia a todos os pais)

João Bentes

 

   MAIS POESIA

  • Amor é Poesia - João Bentes
  • Cinzas - Maria Vitória Afonso
  • Outono - Maria Vitória Afonso
  • Ser Mulher - João Bentes
  • Dia da Mulher - Maria Vitória Afonso
  • Brincando Com As Palavras - Maria Vitória Afonso
  • Que Horas São? - Maria vitória Afonso
  • Desejos - João Bentes
  •  

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

    Quem Somos | Projectos | Agenda | Forum | Contactos